Kitty – Saturated x Unsaturated

//www.instagram.com/embed.js
//www.instagram.com/embed.js

For as much as I *think* I can predict the opinion of the public, sometimes, I like making tests. I have posted both images above on instagram almost at the same time, with the same hashtags and found out that, once again, the public prefers what I prefer!

Crayola versus Faber-Castell

Hoje, eu vou comparar o giz de cera da Crayola com o da Faber-Castell. Mais especificamente essas duas caixas:

Se eu tivesse que fazer uma aposta antes de usar, eu apostaria na Faber-Castell…

Escolhi o desenho do capitão cueca porque é um desenho que é pra parecer que foi feito com giz de cera. Apesar de obviamente ser digital. Peguei a referência no meu livro:

Descobri que o giz da Faber-Castell é bem menos oleoso MAS também é bem mais fraco e o da Crayola ficou bem mais próximo da imagem do livro.

Notem que, quando eu usei o preto da Faber eu apertei o máximo pra conseguir o mais escuro possível e, mesmo assim ficou super clarinho!

Aqui, mais de perto:

Muito diferente, né?

E vocês? Gostam mais de qual?

Cuidem-se!

Desenhos de Natal para colorir

Eu fiz alguns desenhos de Natal pras minhas filhas colorirem e vou compartilhar eles aqui!

Sintam-se à vontade pra imprimir os desenhos e, se algum pequeno chegar a colorir eles, me mostrem que eu vou adorar ver!

Cuidem-se!

Shell

meia dúzia de copic markers

Quando eu comecei a desenhar, eu achava que grande parte do motivo de eu ser tão ruim era falta de capacidade ou dom.

Daí eu descobri que SIM, isso era verdade… porém, as pessoas que desenhavam do jeito que eu gostava, além dessa capacidade tinham outras coisas muito importantes: técnica e material.

Eu nunca conseguiria fazer, por exemplo, com as minhas canetinhas saturadas o que a guria do instagram fazia em 3 traços com uma copic marker! Aliás, no momento em que eu descobri que copic markers existiam a minha mente explodiu. Imagino a cara do meu professor de gráfica 1 que ficava catando canetinhas levemente pastéis pelo mundo, quando descobriu esse estojo aqui:

Minha mente explodiu!

Nessa black Friday, finalmente, depois de alguns 20 anos, eu consegui encomendar meia dúzia de copic markers e, infezlimente, eu me apaixonei!

Essas foram as 6 cores que eu comprei.

A moral da história é que essas canetinhas se misturam, semelhante a aquarelas.

Notem que elas são caríssimas PORÉM, são recarregáveis.

Pedi umas cores que combinassem entre si e comecei, muito toscamente a tentar entender como elas funcionavam…

copic markers – dia 1

copic markers – dia 5

Tá… eu comecei tropeçando um pouco… e super dependendo do photoshop – porque é onde eu encontro segurança.

copic markers – dia 10

Então, eu resolvi pedir ajuda aos profissionais e comecei a assistir uma mulher absurdamente maravilhosa no instagram. Isso clareou as minhas ideias e eu cheguei a um resultado mais perto do como eu quero desenhar… (mas não cheguei lá ainda!)

Tô aqui, super achando que eu chego lá…

Vai saber, né? Por enquanto, eu me divirto tentando!

E vocês? Qual a técnica preferida de vocês?

Cuidem-se

Shell

Lápis de cor SANFORD – Carmine red

Ontem à noite, eu assisti o Grinch novo com as minhas filhas completamente sem esperanças de que eu realmente fosse olhar pra TV durante o filme…

Mas acabou que, como praticamente todos os desenhos feitos hoje em dia, esse também era muito lindo e bem feito! As cores são alegres e a história é mais atual que a do filme do Jim Carrey. Aliás, o desenho colocou o filme no chinelo fácil…

A personagem da Cindy Lou usa quase todos os meus elementos favoritos em um desenho que são:

  • Um nariz que não imita o nariz humano – que eu ODEIO desenhar.
  • Uma mantinha rosa, listrada que arrasta no chão (eu desenho isso em quase todos os desenhos que eu faço)!
  • Laços no cabelo e tranças!

Fui correndo pra internet, encomendar COPIC MARKERS pra brincar de desenhar a Cindy Lou e o Grinch, mas, já que eu moro no meio da floresta, essas canetinhas não vão chegar tão cedo, então, eu voltei ao lápis de cor!

Esse lápis vermelho bonito que eu ganhei de presente de um amigo no trabalho parece feito de algodão. É infitinamente mais macio que todos os aquareláveis que eu já usei mas não é algo que esfumaça tipo um 6B. Eu diria que é um 2B. Ele vem numa caixinha só com lápis vermelhos.

Lápis: Sanford – Col-erase 20045 – Carmine Red

PRISMACOLOR COL-ERASE Pencil, Erasable Colored Pencils № 1297, 12 Pack, Scarlet Red (20066)

Comprar na AMAZON

Olhando assim, até parece que eu fiz um grande desenho… mas é que eu gosto mesmo é de testar materiais novos e principalmente lápis de cor!

Aqui, a minha cindy lou e o Grinch que eu acabei no photoshop porque eu *atolei* o contraste e ele acabou parecendo careca…

Mais fotos no instagram rabisco.ca

Cuidem-se!

Estampas infantis 01

Duas coisas que eu gosto: temas infantis e estampas! Hoje, eu resolvi criar uma estampa super simples, mas que serviria de exemplo pro meu portfolio ( micheleborn.com )!

Tipo de arquivo:

Desenhos de estampas, normalmente são impressos em PSD de alta resolução. Leia-se, um arquivo no Photoshop com 300dpi.

As linhas-guia dessa estampa, precisam estar em alta resolução também. Caso sejam geométricas, a gente pode desenhar em programas tipo o Illustrator ou o bom e velho AutoCAD e importar para o Photoshop porque vetores (smart objects) não perdem a resolução!

Comecei por aqui:

Depois de criar o PDF e abrir ele no photoshop, eu usei o CINTIQ pra pintar os pirulitos e o resultado foi esse aqui:

Nankin versus wacom cintiq

Nankin é a minha ferramenta preferida porque é a que eu mais me sinto segura e eu acho que é com ela que eu faço os meus melhores desenhos… mas eu queria tentar outras técnicas só que, pra fazer isso, eu precisei retomar o nankin depois de ter passado ANOS sem desenhar!

Demorou um tempinho, mas eu acho que eu lembrei das manhas…

Eu prefiro a maneira como o nankin “tranca” na folha. Enquanto que no cintiq, eu me sinto sempre em uma posição desconfortável e a caneta é escorregadia demais.

Acontece que, no mundo real, desenho digital tem muito mais valor. Fora que, desenhando com o cintiq e usando programas como o photoshop, TUDO pode ser arrumado. A simetria, as cores… nada se perde. Enquanto que, desenhando à mão, eu perdi as contas de quanto desenhos coloquei no lixo por um deslize.

Aqui, uma comparação:

E pra vocês? O que é melhor?